Selecione seu Estado São Paulo
Quinta-Feira, 17 de Agosto de 2017


E-mail:
Senha:
Cadastre-se Login
Acessando.... Erro ao acessar. Esqueceu sua senha?

ANDRÉ SANTOS

Por que vender Consórcios é diferente?

Fonte: Data: 02 abril 2015 Nenhum comentário

A venda de Consórcios é realmente um grande desafio. Alguns especialistas dizem que todos aqueles que vendem ou já venderam Seguros de Vida, Anúncios em Páginas Amarelas e Consórcios são sem dúvida campeões de vendas. E eu concordo. Não porque esses produtos sejam ruins, pelo contrário, são inclusive muito bons, mas é que o apelo de venda é um pouco diferente, pois nesses serviços o cliente compra uma expectativa, às vezes um pouco demorada, de que aquele serviço de fato é bom e necessário.  Ë mais ou menos assim: você compra o produto não o utiliza imediatamente e dificilmente conseguirá enxergar suas vantagens no curtíssimo prazo.

Mas nossa missão é vender e, no caso específico dos Consórcios, acredito que a primeira coisa que todo bom profissional de vendas deva fazer para conseguir melhores resultados é conhecer bem o seu produto e os dos seus concorrentes diretos e indiretos, como os financiamentos, por exemplo. Além disso, é fundamental o conhecimento básico em matemática financeira, pois muitas vezes terá de fazer contas para mostrar aos clientes que a Cota de Consórcio é a melhor solução. Mas não se assuste. Nada que não possamos aprender.

Feito isso, o principal desafio agora passa a ser a prospecção e as abordagens de venda.  Minha dica é que você procure pelo MAN, ou seja, aquelas pessoas que tem Moeda (dinheiro) para comprar; Autoridade para decidir pela compra e Necessidade em adquirir o Consórcio. Geralmente o melhor público alvo são aqueles que não estão com tanta pressa em conseguir o bem e veem no Consórcio um bom investimento.

Para abordar os MAN, você deverá utilizar técnica, do contrário receberá muitos nãos. Portanto, aí vai uma dica:

- Foque uma necessidade do cliente e não o produto – Ao invés de você fazer suas abordagens falando em consórcio, prefira perguntar sobre como o possível cliente costuma investir seu dinheiro, se ele já possui casa própria ou qual o planejamento que ele vem fazendo para trocar de carro. Quer ver a diferença? Qual dos dois exemplos de abordagem que seguem abaixo você acredita que desperta maior interesse no cliente em querer lhe ouvir:

“O senhor tem interesse em adquirir um consórcio?”

Ou

“Sr. Fernando, qual tipo de planejamento financeiro o senhor vem fazendo para futuramente trocar o seu veículo?”

Perceba que no segundo exemplo, além de não mencionar o produto, você faz uma pergunta aberta, obrigando o seu interlocutor a lhe dar alguma resposta que, mesmo não sendo o que você esperava, fará com que vocês possam falar sobre o assunto. Além disso, posso garantir que toda vez que você aborda já oferecendo o seu produto, as objeções aparecem mais facilmente, pois o possível cliente associará sua oferta com apenas gastar dinheiro e não como uma alternativa interessante.

Conseguindo o diálogo, agora você deve continuar sua entrevista de venda mostrando como o Consórcio é um excelente produto. Aí é com você.

Sucesso e boas vendas!

ANDRÉ SANTOS

André Santos é Corretor de Seguros e palestrante, além de autor dos livros: “Seguros de Vida e Previdência – Modernas estratégias de venda”; “Seguros: Como vender mais e melhor!”; “Dicas de Venda de Seguros” e “Transforme o não em SIM”.  Especialista em comunicação de venda para o mercado de seguros é também diretor da Treinaseg Consultoria e Treinamentos em Seguros. Tel.:(11) 3662-0756 - www.treinaseg.com.br  - andre@treinaseg.com.br

 

Para participar e deixar sua opinião, clique aqui e faça login.

 

Últimas