Selecione seu Estado São Paulo
Sábado, 25 de Novembro de 2017


E-mail:
Senha:
Cadastre-se Login
Acessando.... Erro ao acessar. Esqueceu sua senha?

Vice-presidente da Porto Seguro participa de almoço com corretores no CCSP

Fonte: CQCS Data: 14 novembro 2017 Nenhum comentário

Nesta segunda, dia 13, o Clube dos Corretores de Seguros de São Paulo recebeu o vice- presidente executivo da Porto Seguro, Roberto Santos. O executivo que vai assumir a presidência da companhia foi conversar com os Corretores sobre o mercado de seguros. Santos disse que o ano de 2017 foi desafiador. “Apesar dos prêmios terem aumentado, os itens da carteira de automóvel caíram”, disse ele. O executivo disse que seguros de patrimônio cresceram bastante e também benefícios como vida em grupo. “A companhia deve crescer praticamente 10% em um ano de crise como esse”, prevê.

O executivo revelou aos corretores que participavam do almoço do CCSP que a Porto Seguro está atenta à questão digital e que a tecnologia será um grande fator nas mudanças de riscos do setor. ” A parte digital, eletrônica, deve ser usada para melhorar a vida do corretor é do cliente”, disse. Para vice-presidente da Porto Seguro, a companhia precisa pensar como o cliente para então pensar em quais produtos oferecer. Roberto Santos afirma que já há algumas diretrizes para sua gestão como otimizar processos e estar mais perto do corretor de seguros. “Para Porto Seguro o corretor é até mesmo o principal cliente”, afirmou.

O futuro do seguro auto

Roberto Santos acredita que as seguradoras serão capazes de se reinventar. “O seguro de automóvel ainda vai estar aqui por muito tempo. Nós não veremos o seguro auto acabar”, projetou. Para ele, o risco deve ser alterado já que a muitos veículos, por exemplo, já saem com tecnologia para dificultar o roubo. “Há tecnologia embarcada nos veículos que vão reduzir bem o risco de colisão”, afirmou.

Para ele, as seguradoras serão capazes de se reinventar e o seguro auto estará presente por muito tempo. “Estamos atentos a tudo isso. Temos um produto novo, o carro fácil e estamos estudando muita coisa diferente acompanhando essas mudanças que vão acontecer no seguro auto”, revelou.

Para ele, a preocupação com a venda de seguro pela internet é só uma ponta, e que essa modalidade não funciona. “Tem muita oportunidade. É preciso ter uma visão do cliente. Eles precisam estar no centro das decisões, não o produto. Isso é inevitável. Esse momento digital tem tudo a ver com isso”, analisou. Nesse cenário, ele contou que foi criada uma diretoria digital para entender as iniciativas dos produtos e para criar a governança digital dentro da empresa.

Ele elogiou o trabalho feito por Fabio Luchetti na presidência da Porto Seguro e que ao assumir pretende facilitar os processos da companhia. “Precisamos ter foco total na equipe manter e nos nossos corretores. Gosto de conversar com o corretor, falar de produção”, revelou.

 

Para participar e deixar sua opinião, clique aqui e faça login.

 

Últimas