Selecione seu Estado São Paulo
Domingo, 24 de Junho de 2018


E-mail:
Senha:
Cadastre-se Login
Acessando.... Erro ao acessar. Esqueceu sua senha?

Ressarcimento de planos ao SUS será facilitado com compartilhamento de dados

Fonte: Mix Vale Data: 10 maio 2018 Nenhum comentário

Atendimentos realizados pelo SUS a cidadãos com planos de saúde são ressarcidos aos cofres públicos por meio de cruzamento de informações. Para melhorar o processo de ressarcimento ao Sistema Única de Saúde (SUS), o Ministério da Saúde e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) assinaram, nesta segunda-feira (7), um termo de cooperação técnica. O documento estabelece a integração das bases de dados dos órgãos, fazendo com que os atendimentos a beneficiários de planos de saúde na rede pública sejam identificados mais facilmente.

O Art. 32º da lei 9656/98, de 1998, define que os atendimentos prestados pelo SUS para cidadãos que possuem plano de saúde sejam ressarcidos ao governo, o que exige registros das bases de dados dos beneficiários dos planos, o Sistema de Informação de Beneficiários (SIB) e dos atendimentos hospitalares, o Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS (SIA/SUS APAC). Com a vinculação das bases de dados, esse cruzamento será feito de forma mais rápida e eficiente.

Responsável pela administração dos hospitais universitários federais, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) lançou um novo aplicativo para informar os cidadãos sobre as novidades da instituição, além de indicadores e especialidades dos hospitais federais filiados. O App pode ser baixado em smartphones Android e iOS.

Pelo aplicativo, o usuário pode conferir as unidades mais próximas de onde estão, com indicações de como chegar. Também é possível solucionar dúvidas, verificar os números de atendimentos dos 39 hospitais universitários vinculados e conhecer as especialidades oferecidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“O App reforça nossa ideia de estar cada vez mais próximos da população dando transparência às atividades de assistência, ensino e pesquisa”, afirmou o vice-presidente da Rede Ebserh, Paulo Henrique Costa. “Somos uma rede que aposta na inovação, e esse é mais um passo na direção de melhorar os serviços públicos deste país.”

 

Para participar e deixar sua opinião, clique aqui e faça login.

 

Últimas